Pré-candidato a prefeito de Belém, Mário Couto participa de convenção partidária nesta sexta (4)

Redação Por: Redação

Política Novidades

Publicado em 04/09/2020 18:10h

Pré-candidato a prefeito de Belém, Mário Couto participa de convenção partidária nesta sexta (4)

PRTB vai oficializar seus candidatos à Prefeitura de Belém e à Câmara Municipal de Belém

Na convenção partidária desta sexta-feira (4), o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) vai oficializar seus candidatos à Prefeitura Municipal de Belém (PMB) e à Câmara Municipal de Belém (CMB), incluindo o lançamento oficial da candidatura de Mário Couto para prefeito. O evento será das 16h às 21h, na Computer Hall, que fica na rua Antônio Barreto, na capital paraense.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a convenção partidária terá público limitado, com até 150 pessoas no local, e seguirá diversas medidas protetivas contra a covid-19, conforme estabelecido pela Justiça Eleitoral. O ato presencial também será transmitido ao vivo pela internet, nas redes sociais do pré-candidato. No Instagram, o eleitor pode acessar a conta @mariocoutodefensor; e no Facebook, a página é Mário Couto. A imprensa poderá participar do evento presencialmente, onde haverá entrevistas.

Durante a convenção, os pré-candidatos a vereadores farão suas falas ao público, enquanto o pré-candidato a prefeito, Mário Couto, deve se pronunciar por volta das 19h30. Do mesmo partido de Hamilton Mourão, Couto recebe o apoio do vice-presidente da República e é visto como o candidato oficial do governo federal em Belém. Ele também recebe o apoio de Levy Fidelix, oficializado pelo PRTB como candidato a prefeito de São Paulo neste ano.

Biografia do pré-candidato a prefeito

Mário Couto, de 74 anos, é paraense e formado em Administração pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Já foi deputado estadual quatro vezes, eleito nos anos de 1990, 1994, 1998 e em 2002, e chegou a presidir a Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). Depois, foi senador, eleito em 2006, encerrando seu último mandato no início de 2015. Um dos maiores críticos ao Partido dos Trabalhadores (PT), Couto foi um dos que pediram o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. A luta contra a corrupção está entre suas maiores bandeiras na vida política - uma de suas propostas enquanto senador foi de permitir a quebra do sigilo bancário, telefônico e fiscal de parlamentares que estariam sendo investigados por procedimentos incompatíveis com o decoro parlamentar. Também lutou, diversas vezes, contra fraudes, como na Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, e contra os escândalos de corrupção na política brasileira.

Por: Portal Santarém

Comentários

Deixe seu comentário abaixo sobre esta notícia:

É Notícia Lago de Tucurui - Blog de Notícias